29 dezembro, 2016

Encontro de Natal em Torres Vedras



Estava frio nesta manhã de Dezembro em Torres Vedras. Mais uma vez, aproveitei para "rebentar" com o stock de folhas soltas lá de casa e foi com um caderno em fole que comecei a minha reportagem no Museu Municipal durante a visita guiada à exposição sobre o Castro do Zambujal, um importantíssimo povoado Neolítico nas redondezas da cidade. Passando pela anfitriã, pelas peças exibidas, o espaço e pelos intervenientes, deu para tudo. À direita, o Pai (André), o Filho (Tomás) e o Mestre (António Bártolo) concentradíssimos nos seus registos. 

It was cold in this December morning in my hometown Torres Vedras. Once again I choose to shorten my stockpile of watercolour paper and I made a concertina sketchbook to report the guided tour in Municipal Museum Leonel Trindade to an exhibition about Castro do Zambujal, an important Neolithic settlement nearby. On the right, the Father (André), the Son (Tomás) and the Master (António Bartolo) focused on their sketches. 


Depois da aventura que foi para almoçar, onde os poucos restaurantes que estavam abertos, rebentavam pelas costuras, lá comemos uma coisa rápida na Havaneza, onde eu e o Pedro Loureiro tivemos o prazer de conhecer o António Latino Tavares  cujos desenhos admiro muito desde que os vi pela primeira vez no Livro Lisboa pelos USk. Tempo então para me dedicar a desenhar o que mais gosto: espaços e formas...

After the struggle to get something to eat for lunch since every restaurant was packed, time for a quick snack at Havaneza where I and Pedro Loureiro had the pleasure to meet Antonio Latino Tavares, a very talented sketcher. After that, time to dedicate to what I love the most: Shapes and spaces... 



Deu para desenhar o claustro do Convento da Graça de cima e debaixo das suas arcadas num interessante exercício de perspectiva e de sombras uma vez que o Sol estava no ponto para tal.

I sketched the cloister of Graça Convent from above and under the colonnade in an interesting perspective and shading exercice.  




No final do encontro, para além da tradicional foto de grupo, tempo para um lanche ao mesmo tempo que se fazia uma troca de esquissos entre os participantes que ainda se encontravam no local. O meu não viajou para muito longe, foi para o meu colega de trabalho Pedro Loureiro, o que me deixou bastante contente por saber que foi para um talentoso desenhador, um dos que mais admiro. O desenho que me calhou, foi igualmente um momento feliz por ser do Bruno Vieira, um desenhador Torriense que tanto prezo. Foi mais um dia fantástico na minha cidade!

Near the end, the traditional group photo and an afternoon snack a the same time we exchanged sketches among each other. I was most happy when I found that my sketch went to Pedro Loureiro, my colleague and a talented sketcher, one that I admire the most. The sketch that I got was another fortunate moment because it was Bruno Vieira's, a local talented sketcher, another one that I cherish the most. Another great day in my hometown!  

Sem comentários:

Enviar um comentário